top of page
  • Foto do escritorSara Mendonça

Dor ciática: 5 dicas para o alívio da dor

Todos já ouvimos falar da famosa dor ciática, certo? Este é um problema que na FisioAjuda, tratamos com bastante frequência, quer nas sessões de fisioterapia, quer através do pilates clínico. No artigo de hoje, irei explicar do que se trata esta dor e como se origina. Irei também dar 5 conselhos úteis para ajudar a aliviá-la.



O que é a dor ciática?

A dor ciática, ou ciatalgia, é uma dor que se origina na região lombar e desce pela região glútea até à parte posterior da perna, podendo chegar até ao pé, acompanhando o trajeto do nervo ciático. Esta pode ser acompanhada por outros sintomas como sensação de formigueiro, sensação de adormecimento das pernas e fraqueza muscular. Quem tem dor ciática pode ao mesmo tempo ter dor lombar, normalmente não tão intensa como a primeira[1].

Trajeto do nervo ciático.

O que é o nervo ciático?

O nervo ciático é o maior nervo do corpo humano. Este nervo provém da união de várias raízes nervosas originárias das últimas vértebras lombares e sacro. Podemos dizer que as raízes nervosas são “fios” que saem pela coluna que se juntam e formam essa grande “corda” que é o nervo ciático que por sua vez se ramifica ao longo do membro inferior.

A origem do nervo ciático.

Os nervos têm uma importante função – levar e trazer para o sistema nervoso central (cérebro e medula espinal) informações motoras e sensoriais provenientes de diversas partes do corpo, o que faz com que consigamos fazer coisas aparentemente simples como andar ou sentir comichão. Através do nervo ciático o cérebro conecta-se a vários músculos e receptores sensoriais localizados no membro inferior.


O sistema nervoso humano.

Qual é a causa da dor ciática?

A dor no nervo ciático pode ter várias causas. A causa mais comum é quando as raízes nervosas que constituem o nervo ciático são comprimidas ou irritadas. Essa compressão pode ser causada por alterações da coluna como hérnias discais (quando o conteúdo gelatinoso de um disco intervertebral sai) ou estenose lombar (um aperto no canal vertebral comprometendo a medula espinal e/ou raízes nervosas). Lesões nos músculos e ligamentos da coluna também podem ser a origem da dor ciática, pois podem provocar inflamação à volta da raiz nervosa, causando dor[1].

A hérnia discal é uma das causas da dor ciática.

Outra causa da dor ciática menos falada é a compressão do nervo ciático pelo músculo piriforme (também chamado de piramidal) – um músculo localizado na zona glútea, bem próximo ao trajeto do nervo ciático. Se os movimentos da coluna não provocam a dor pela perna, mas os movimentos da anca sim, isto pode ser um indicador de síndrome do piriforme.


Síndrome do piriforme.


O que pode fazer para aliviar a dor?

Uma boa notícia é que a dor ciática, na maior parte dos casos, evolui favoravelmente dentro do período de 4 a 6 semanas. Contudo, existem casos em que a recuperação é mais prolongada[1].


5 conselhos para aliviar a dor e a acelerar a sua recuperação:


1. Continuar, dentro do possível, com as suas atividades normais do dia-a-dia. Hoje em dia, sabe-se que longos períodos de descanso e o evitar das atividades por demasiado tempo, leva a maiores níveis de dor e a uma recuperação mais demorada;


2. Evite ficar sentado por muito tempo;


3. À noite, se dorme de lado, coloque uma ou duas almofadas entre os joelhos. Se dormir de barriga para cima, coloque 2 almofadas debaixo dos joelhos. Para mais dicas sobre como dormir com dor ciática clique aqui;


4. O movimento é de grande ajuda para a recuperação da dor ciática - o seu fisioterapeuta é o profissional de saúde indicado para aconselhar que exercícios são os mais adequados para si, tendo em conta os seus sintomas e fase da lesão em que se encontra. O seu fisioterapeuta conjugará o exercício com outras técnicas para alívio de dor (ex.: terapia manual), e também dará orientações importantes de como evitar/gerir a sua dor durante as atividades do dia-a-dia;


5. A Medicação para alívio da dor e da inflamação pode ser recomendada. Peça aconselhamento médico para saber que medicação será a mais adequada para si. A cirurgia pode também ser recomendada em casos mais graves [2];



Devo ficar preocupado?

Embora a dor ciática possa ser muitíssimo desagradável, esta raramente é sinal de algo mais grave. Contudo, existem certos sintomas que precisa ficar atento. Se detectar um destes sintomas, deve de imediato dirigir-se às urgências ou ligar o 112:

- dor ciática em ambos os membros;

- fraqueza ou dormência em ambos os membros;

- alterações no controlo da urina e/ou fezes e isto é anormal para si;

- dormência nos genitais ou ao redor do ânus [1].


A dor ciática é uma dor bastante debilitante. A fisioterapia, a osteopatia e o pilates clínico são três serviços que dispomos na FisioAjuda para o tratamento da dor ciática. Estes, ajudam não só no alívio da dor, mas também na prevenção de recidivas. Estamos no Funchal e encontramo-nos disponíveis para o ajudar. Conte connosco!


Obrigada por lerem,


Sara Mendonça

Fisioterapeuta na FisioAjuda - Especialistas na Coluna , Funchal


Conheça-nos melhor em: https://www.fisioajuda.pt/

Morada: Rua Vale da Ajuda 96 - Funchal (ao lado da Farmácia da Ajuda)

Telefone: 964 422 523 ou 291 782 327



Fontes:

[1] «Sciatica», nhs.uk, Out. 23, 2017. https://www.nhs.uk/conditions/sciatica/ (acedido Jan. 27, 2021).

[2] «Sciatica», North West Boroughs Healthcare. https://www.nwbh.nhs.uk (acedido Jan. 27, 2021).


391 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page